IMG-20150730-WA0000

Viajando para Curação – Parte 3

Seguindo nossa viagem por Curação, dessa vez resolvemos ir um pouco mais longe, onde obrigatoriamente teríamos que ir de carro, afinal amanhã partimos para Aruba.

Bom, no roteiro estava visita as cavernas e as praias mais deslumbrantes de Curação com aquela água azul cristalina.

mapa2

Simbora! Partimos para Hato Caves, perto do aeroporto. Entramos no site do local para saber a hora de abertura e fomos. O caminho é todo asfaltado, o problema é a falta de sinalização, isso realmente não tem aqui e muito menos nome das ruas, portanto fiquem atentos (cheque antes se seu Google Maps está atualizado). O pessoal local realmente não respeita nenhuma regra de trânsito, você vê cada barbeiragem que pelo amor! Os pedestres são as únicas coisas que respeitam nesse país.

Seguindo pela estrada, o visual é de um país pobre, que vive de turismo, refino de petróleo (bem no meio da ilha dá pra ver a imensidão das grandes refinarias) e atividades bancárias offshore. A seca é dominante neste lugar. O calor é muito forte, mas o que ameniza essa sensação é a ventania forte.

Ficamos olhando aquela natureza que muito provavelmente ainda não foi tocada pelo homem. Tudo se mistura nesse lugar, da beleza das águas azuis para um lugar sem infraestrutura. Demoramos mais do que o previsto pelo Google Maps.

Bem chegamos e realmente vale a visita! Entramos e pegamos a fila que já estava indo para as cavernas. Subimos uma avalanche de escadas, bem inclinadas. Lógico que o Haruo estava no meu colo, o medo dele cair era muito grande.

DSC_0824

Horário de funcionamente: 9am – 5pm
Todo o passeio e feito por um guia em inglês e espanhol

Entradas:
Nafl. 14.00 adultos
Nafl. 10.50 crianças (4-11 anos)

Tem estacionamento no local e fiquem atentos as árvores do local, elas são venenosas como essa da foto abaixo.

DSC_0823 (1)

Para quem nunca entrou numa caverna, o negócio é surreal. O passeio leva 30 minutos e quase toda a caverna é iluminada por lâmpadas e ventiladores, porque é como se fosse uma sauna (muito abafado). Morcegos? Vimos de montão, inclusive tivemos que tomar muito cuidado para que o cocô deles não caiam nas nossas cabeças…rsrsrs…

De acordo com o guia, os escravos fugiam para essas cavernas e ficavam anos e anos escondidos. Em um determinado momento da visita o guia apaga todas as luzes da caverna para imaginarmos como era essa sensação. Total breu! Não dá para ver um palmo na sua frente, e sentimos o vento dos morcegos voando perto de nós naquele momento! Experiência que o Hideo nunca mais vai esquecer, mas agora ele entende um pouco mais onde mora o Batman….rsrs

DSC_0820

A caverna também tem desenhos em suas paredes, estima-se que tenha mais de 1.500 anos. Lactites e Estalagmites por toda parte, inclusive uma lembra muito a estátua da Virgem Maria. A caverna fica a 60 metros acima do nível do mar, e há muitos anos estava tomada pelo mar. Fotos não são permitidas infelizmente, apenas em um lugar pode-se tirar.

DSC_0821

Mais informações

http://www.curacao-travelguide.com/discover/attractions-and-sights/Hato-Caves.html