CURACAO-sea-aquarium

Viajando para Curação – Parte 1

Próxima parada Curação. Vôo muito rápido , foram 15 minutos de Caracas para lá. Chegamos no aeroporto e já nos deparamos com a língua nativa, o papiamento. Pegamos as malas e fomos para a saída do aeroporto onde tinha uma fila de taxis (mas pouco sinalizado). Custou 25,00 dólares até o Hotel Marriott. As coisas por aqui mudaram de figura, o que era barato em Caracas aqui era outra coisa. Erramos em não alugar o carro no aeroporto, não sabia que a demanda de carros era tão grande na ilha.

curacao

Chegamos no hotel de noite e fomos recebidos muito bem. Como o cartão Visa Unique dá o privilégio de ser um Gold Elite na rede Marriott, ficamos no Curação Marriott Beach Resort and Emerald Casinos em Piscadera Bay com algumas regalias como : WiFi gratuito, 50 dólares a serem gastos por dia no hotel e alguns cupons para usar no Casino. Além disso, para todos os hóspedes eles disponibilizavam uma gopro para usarmos durante o dia. Tinha apenas que fazer uma reserva para o dia seguinte e entregar de noite, para que o pessoal pudesse descarregar as fotos.

Fomos para o quarto. Espaçoso de frente para o mar. Duas camas kings, uma televisão que não tinha canal de desenhos, pelo que me lembro apenas um canal para crianças. Banheira, frigobar vazio (não esqueçam de ir em um supermercado, porque não tem nada mesmo. Nem um pingo de água) e cafeteira elétrica para chá e café. Estacionamento gratuito. AH, nos corredores do hotel tem aquelas máquinas de gelo caso precisem. Quebrou muito o galho! Outra dica, levem uma sacola térmica dessas de ir para a praia. A minha foi muito utilizada!

As pessoas falam inglês e espanhol. E entre elas falam a língua nativa. Pedimos room service no quarto para não pedir mais! Um prato de macarrão a bolonhesa, um hamburguer nada demais e 3 sucos foram 100,00 dólares. Muito caro!! Mas não tínhamos outra opção porque já estava tarde demais.

Dia seguinte tomamos café da manhã daqueles gigantes. Tinha muita comida, frutas, muffins, sucos, pães, bacon, ovos e comidas típicas do local. Demos uma olhada no kids club (tem atividades para as crianças a partir dos 4 anos como: levá-los a praia e fazer castelos, ir para a brinquedoteca, alimentar iguanas, pintura, brincadeiras com os monitores e etc). Mas o Hideo não quis ficar, ele queria era passear muito.

Enfim, fomos em busca do carro para alugar. Fomos na Sixt Rent, mas não havia carro disponível e acabamos alugando de um amigo do taxista. Pegamos o hyundai i30. Pequeno, mas o suficiente para a ilha (recomendação do guia foi nunca deixar nada no carro, esconder no porta mala ou levar, caso contrário quebram o vidro. Nem que seja uma folha de papel. Pensei! Nossa, mas ok pela dica!). Nem precisou alugar GPS, porque acabamos nos orientando pelo Google Maps e a ilha é pequena demais. Nos deslocamos bem depois de um ou dois dias.

No plano de viagem colocamos 4 dias para usufruir de tudo que podíamos com as crianças. Começamos pelo Sea Aquarium de Curação que fica na ponta sul da ilha (estávamos na norte). Fomos para lá, com o carro novinho. Infraestrutura legal, mas não muito grande, tem uma praia artificial privada com direito a quiosques no local e alguns hotéis para se hospedar. Toalha, banheiro com ducha essas coisas para pós praia não tem não tá! Melhor deixar sempre um kit de toalha, sacolas dentro do carro, roupas e tal. É inevitável não ir para a praia.

Dolphin-Academy

Antes de ir dá para ligar e marcar um nado junto com os golfinhos http://www.dolphin-academy.com/. Me lembro que eram mais ou menos 200 dólares. Mas estava contente com um beijo do golfinho que ganhei de brinde depois do show dos golfinhos, já que o Haruo não queria de jeito nenhum…rsrs…Vimos de tudo um pouco, golfinhos, peixes, tubarões, leões marinhos, flamingos, corais e etc. Em quase todo o ambiente era possível dar comida para o animal com ajuda de um monitor. Imagine como ficaram as crianças….rsrsrs. Lojinhas com bugigangas também claro, mas naquele preço que já sabemos, nada camarada.

Após a comilança fomos embora para um belo descanso no hotel. E acabamos o dia por lá mesmo. AH, como era caro demais comer no hotel descobrimos um Denny’s pertinho de onde estávamos. É a tradicional comida americana mesmo! E naquela mesma proporção! Hambúrguer, ovo, bacon, batatas essas coisas. Mas é super barato e dá para dividir o prato fácil fácil, além de ser 24 horas.

DSC_0805

Ele fica na Avenida Pater Euwensweg, Willemstad onde fica o Hotel e Casino Veneto. Local colorido com aquelas casinhas cheias de cores. Abastecer as energias para o dia seguinte. 

mapahotel