campanas tubulares

Viajando para Caracas!

Férias chegou!!!!!! E fomos nós para a nossa viagem. Foram mais ou menos 15 dias fora com as crianças.

Pesquisei bastante os destinos e tempo de voo de cada lugar para não correr o risco de ter complicação ou mal estar com eles.

Os destinos foram Caracas, Curação e Aruba. Paramos em Caracas por ser perto das ilhas que dariam 15 minutos de avião pela Insel Air (companhia aérea caribenha) com ótimos preços. Avião pequeno (fokker 50), mas para voos rápidos compensa bastante. E se houvesse algum problema, a companhia tem voos diários de uma em uma hora para as ilhas ABC.

Foram 5 horas de voo de São Paulo até Caracas pela GOL. O preço na época estava muito bom. Ficamos no Gran Melia Caracas. Já tinha fechado com o hotel que haveria um taxi para nos pegar com segurança. Já tinha ouvido que seria o melhor a se fazer. Fiz tudo por Internet!!!

hotel_caracas
Hotel Melia Caracas

A cidade não é muito bonita, mas seria uma cidade para conhecer. Lá a moeda é bem mais barata. Nos dois dias que ficamos gastamos com comida e compras U$100,00. A moeda é muito desvalorizada. O hotel já estava pago pelo site do melia, me cadastrei no programa de fidelidade e tive um desconto na diária. Além do que, o pacote era compre uma diária e fique dois.

Tivemos alguns problemas. Em Caracas não aceitam nada em doláres, apenas bolivares. Se quiser trocar vai na recepção e peça para trocar. Caso contrário, você não faz nada. O hotel exige que deixe um saldo de crédito já pago para depois descontar na conta do quarto. Ou seja, se quiséssemos comer, usar o spa ou a sala fitness a pessoa debitava do quarto ou então pagasse na hora. Não sei porque, mas é a política do país para evitar calotes.

A comida era muito boa, quarto espaçoso apenas o wifi que não pegava direito. A decoração de tudo era muito clássico. Nada turístico. Ótima localização fica perto de vários shoppings, do teleférico e do museu das crianças (Museo de los ninos).

Pelo concierge do hotel queríamos ir no teleférico, mas estava em manutenção. Acabamos indo para o Museu de los Ninos. Eles adoraram. Compramos o pacote que tinha acesso ao museu e ao planetário. Em todo o museu as crianças podem tocar em tudo. Muito legal. Sem restrições.

São dois prédios de mais ou menos 4 andares. Dividido em: biologia, natureza, espaço, transporte e etc. Dá pra ficar um bom tempo por lá. Mas tínhamos que fazer as pressas por conta do horário do planetário. Mais informações tem no site deles. Clique aqui.

museodelosninos

campanas tubulares

museo de los ninos caracas

tunel do museo de los ninos

Museo de los ninos
Museo de los ninos

Depois fomos para o hotel comer e dormir e de tarde fomos para o Sambil Caracas Mall. Me falaram que era o melhor shopping de lá. Deu 20 minutos do hotel de taxi para o Sambil. O shopping é muito grande, cheia de lojas com preços muito baixos comparados com o do Brasil. Compramos pijamas do Paul Frank por U$ 23,00 dolares. Mais informações, clique aqui.

No último andar do shopping tem o espaço com vários restaurantes tipo Hard Rock, Wendys e etc. E um parque para as crianças se divertirem com video game, carrinho, pista de patinação, carrosel, montanha russa e por ai vai. Gastamos muito menos do que no Brasil também. De noite, fomos embora de taxi onde tem uma fila de taxistas credenciados pelo shopping.

Comemos no hotel e fomos dormir para no dia seguinte irmos para Curação.

Nossa experiência por lá não foi muito legal. Além de ser um país que vive a política da ditadura, não senti que eles gostassem de turistas e muito menos de crianças. Além do que, mulher ali não tem vez. Por mais que eu estivesse certa e reclamasse, eu teria que aturar a falta de educação do moço e esperar.

Tem atividades para crianças. Tem. Muito legal esse museu. Mas se forem para outro lugar com conexão de uma hora em Caracas faça, porque eles não são muito hospitaleiros. A maioria dos hotéis realmente são de conexões de diversos países.

Próxima parada, Curação!!